domingo, outubro 22, 2006

O jogo está à MOSTRA

Para quem tinha alguma dúvida, ontem o senhor secretário Pedreira abriu o jogo todo: a questão dos titulares e das cotas é para manter e o ministério não abdica dela. Ler por exemplo no Público deste passado Sábado.
Tudo o resto, ou quase tudo, pode ser virado do avesso ou ficar como está, se os sindicatos ou os professores aceitarem estas condições. Para alguns que concediam às posições do governo algum benefício de dúvida sobre as suas boas intenções, esta posição do secretário terá sido esclarecedora.
Agora apetece-me dar uma picada em muitos professores, em primeiro lugar naqueles que invocam motivos económicos para não aderir a greves: como é triste a falta de convicções; como é verdade que a falta de consciência profissional ou das razões que os assistem pode levar alguns a desistir por uns míseros tostões. Olhem para outros trabalhadores muito mal remunerados para quem a perda de remuneração pesa muito mais no seu orçamento. Olhem para a sua capacidade de luta que os leva a posições de massa encerrando os locais de trabalho por vários dias. Olhem para isso e cobram-se de vergonha.

2 Comentários:

Blogger Miguel Sousa disse...

concordo contigo, é dificil de entendre isso. Alguns colegas, parece os merceeiros do antigamente que investiam hoje para ganhar ontem

3:53 da tarde  
Blogger Abaixo a Sinistra disse...

"Para quem tinha alguma dúvida, ontem o senhor secretário Pedreira abriu o jogo todo: a questão dos titulares e das cotas é para manter e o ministério não abdica dela." (H.S.)

Infelizmente parece que tem mesmo razão. E hoje já é 1 de Novembro.

Há que tomar conta do assunto, não se pode ceder e mais do que isso, é urgente mudar muita coisa no Governo. De preferência, as pessoas e já agora, o sistema.

10:49 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial