quinta-feira, junho 15, 2006

UMA JORNADA PLENA.

Começou bem cedo e chegámos pelas 00h30,

contentes por termos expresso em conjunto - (os cerca de 9 000) no plenário seguido de manifestação de preto e silenciosa até chegarmos ao ME - repúdio pela longa campanha negra contra os professores da parte do Ministério e repúdio também pela proposta iníqua de esquartejamento do EStatuto da Carreira Docente que representa o Regime Legal que nos propuseram.
Estivemos convictos.
Fomos disciplinados na indignação.
Tinhamos connosco todos aqueles que fizeram greve e mesmo aqueles que ainda ... não a fizeram.
O Sucena esteve incisivo no plenário. Aquele "gajo do antigamente" como um opinion maker lhe chamou por ele ter sido antifascista no tempo da outra Senhora e agora se atrever a ser antipoder no tempo desta Senhora... mostrou que sabe ser acutilante.
Em frente ao Ministério o Mário Nogueira esteve no seu melhor. Empolgado pelo apoio dos colegas (como ele disse, "um sindicalista sente-se muito bem, quando dentro do ME ouve o apoio ruidoso dos manifestantes lá fora") sintetizou os pontos negros do Regime Legal... esse do qual muitos professores ainda não consciencializaram a profundidade com que atinge negativamente a profissão.
Valeu a pena... a Manifestação não foi pequena... e a Greve também não.
Bem podem ficar preocupados os Velhos do Restelo e as Carpideiras da 5 de Outubro. Temos professores que não desistirão de lutar por um Estatuto Digno e pelo seu bom nome na praça pública.
Para além das conjunturais equipas ministeriais, dos apoios de circunstância, e das crises orçamentais, os professores sabem que são imprescindíveis e que merecem ser respeitados.

4 Comentários:

Blogger Dani disse...

Uma boa noite de descanso... pq vcs merecem!!

4:20 da manhã  
Blogger Amélia disse...

...E AGORA, AMIGO? QUAIS OS PRÓXIMOS PASSOS?
NÃO ESTIVE LÁ NEM FIZ GREVE - SOU APOSENTADA.VI NA TV ONDE SÓ MOSTRAVAM BANDEIRAS DA FENPROF.FICOU A IDEIA DE QUE SÓ ESSES«CAPTURADOS» POR UMA AGENDA PARTIDÁRIA, COMO DISSE A MINISTRA -AGORA, SE CALHAR, VAI DIZER QUE NÃO DISSE O QUE DISSE - ESTIVERAM LÁ.E OS OUTROS SINDICATOS QUE ADERIRAM? É ASSIM A COMUNICAÇÃO SOCIAL -MAS TAMBÉM NÃO OUVI OS SINDICALISTAS DA FENPROF DIZEREM ÀS CÂMARAS QUE HAVIA OUTROS SINDICATOS ENVOLVIDOS...
TAMBÉM NÃO GOSTEI MUITO DO FRENTE A FRENTE ENTRE A MARIA JOSÉ NOGUEIRA PINTO E O ATABALHOADO VICENTE JORGE SILVA,ALGUÉM VIU/OUVIU?

9:09 da manhã  
Blogger JP disse...

É isso Henrique!
Vamos ter que continuar, porque o jogo só agora começou!

E já agora,se foi um partido que colocou tantos professores em Lisboa, sugiro já a dissolução do Parlamento: é que um partido que consegue colocar 10 mil professores nas ruas de Lisboa, ganha já as eleições!

Ou será que a maioria dos presentes votou PS? E é essa maioria interna que a está a incomodar?

5:49 da tarde  
Blogger zoltrix disse...

Sim, a FENPROF dá nas vistas..., mas como não dar?
Para o melhor e para o pior é a estrutura que nos representa e defende com mais dignidade...

10:57 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial