domingo, março 04, 2007

Um neoliberal na Educação na "Travessa do fala só".

Jeb Bush esteve cá a participar numa iniciativa da Calouste Gulbenkian sobre Educação. Ler notícia aqui. Apresentou um conjunto de receitas tipicas do neoliberalismo para a educação que diz ter aplicado com resultados excelentes no estado da Flórida onde foi governador. O tal estado onde através de fraudes em larga escala o seu irmão conseguiu vencer as primeiras eleições para a presidência dos EUA e que "catapultaram" o seu país para uma "república das bananas" não fosse a memória histórica e a análise política no ocidente algo em vias de extinção.
Dizia então eu que o senhor apresentou, pelos vistos sem questionamentos, as suas receitas, em geral tipicas do neoliberalismo: competição entre escolas, rankings, prémios para as melhores escolas, concorrência publico-privado, privatização, escolha de escolas pelos pais, generalização de de exames entre o 3.º e o 12.º ano, mais reprovações, melhores salários para os professores com melhores resultados. Disse que as escolas piores melhoraram, afirmando esta pérola de quadratura do círculo estatístico: “Em oito anos, o número de escolas com as duas melhores classificações quadruplicou e o número de escolas com os piores resultados diminuiu 80 por cento”, pelos vistos sem que ninguém o questionasse.
Caros eventuais leitores deste post: depois de lerem a notícia que perguntas gostariam de fazer a este senhor? Eu gostaria de fazer várias e saber o que ele tinha para me responder.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial