quinta-feira, março 01, 2007

Trabalhadores

Há vinte e dois anos atrás, duas horas antes de dar a minha primeira aula, a presidente do conselho directivo da escola onde eu iria trabalhar, perguntou-me se queria ser sindicalizado. Eu só lhe perguntei: é na Fenprof ou no outro. Como ela me respondeu Fenprof eu assinei mesmo ali a ficha de adesão. Já na altura sabia a importância que o sindicalismo tinha e tem.
Desde aí tenho feito todas as greves (que aliás só pecaram por defeito) e participado em grande parte das manifestações. Quanto a estas últimas recordo ainda uma frase da mesma presidente quando eu lhe perguntei porque não estavam mais professores numa manif na Batalha, Porto, marcada pelo SPN. Ela respondeu-me uma frase que nunca mais esqueci: "sabes, os professores pensam que não são trabalhadores".
Por ser trabalhador, por ter causas comuns e actuais com os actuais trabalhadores, do público e do privado: Estabilidade, Salários, Carreiras, Segurança Social e Reforma, etc. Vou participar na manif convocada pela CGTP no dia 2 de Março em Lisboa.
Espero ver muitos trabalhadores professores lá.

Etiquetas:

1 Comentários:

Blogger Maria Lisboa disse...

Lá nos encontraremos!

:)


PS: uns pensam que não são trabalhadores... outros acham que "essas coisas" são para os arruaceiros!

5:40 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial