sexta-feira, janeiro 19, 2007

"Praça de jorna"

A forma como o ministério da Educação trata os professores contratados é, para mim, revoltante:
-directamente, ao criar um calvário desnecessário e injusto para os próprios professores ao prescindir de concursos uniformes e nacionais. Porquê optar por formas de contratação que preconizam uma relação particularista em relação a cada uma das escolas, que obrigam os professores a andar a apresentar currículos casuisticamente, submetendo-se a critérios díspares e estando em última circunstância dependentes de "vontades subjectivas"? (Eu sei algumas das possiveis respostas que estiveram por trás dessa decisão);
-indirectamente, por exemplo, ao criar o caldo de exploração laboral que se tem visto com professores em saldo (contratados pelas câmaras ou por empresas) a trabalhar nas ditas actividades de enriquecimento curricular no 1.º ciclo.
Aproveitando o facto de haver milhares de professores actualmente no desemprego, (facto que os governos, incluindo este, contribuiram largamente para criar) este governo está a desvalorizar objectivamente a níveis nunca vistos a profissão de professor e a configurar a montante uma profissão precária, mal paga, explorada, de gente que "mendiga" humilhantemente pelas escolas e empresas de "serviços educativos"colocações, e que se verá bastante inclinada a recorrer, sempre que possível à "instituição" da cunha. A qualidade de ensino, as pessoas e as suas qualidades de cooperação nas escolas irão sofrer efeitos e não serão decerto num sentido positivo.
Tudo isto me faz lembrar as praças de jorna imortalizadas num pequeno texto do Soeiro Pereira Gomes.

Etiquetas: , ,

1 Comentários:

Blogger zoltrix disse...

já há umas colegas a dar Inglês aos pequenitos por 10€ a hora! Já ouvi falar até de 5€!
trabalho tão mal pago e tão precário, que utilidade terá mesmo para as crianças?
Num caso que conheço, acho até possível que as ditas crianças venham a detestar essa língua mesmo antes de a encontrarem no curriculo...
Mas acredito que quem agora vai para a praça de jorna esteja a contar com a cunha da cunha da cunha....
Se houvesse greve, alto e pára o baile!!!!! Que isso era perigoso e tal...
Foi assim muito tempo nas praças de jorna. Leva tempo até a cantarinha ir à fonte e se partir....

11:08 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial