segunda-feira, janeiro 08, 2007

BB ou uma forma assumida de carácter.

Baptista Bastos é um homem de convicções. Aprecio imenso a sua forma de dizer o que diz para além do conteúdo do dito. Não conheço ainda a sua obra como escritor, embora possua alguns dos seus livros. Conheço apenas alguns excelentes nacos de prosa seus nos jornais. É um exemplar de jornalismo que já não se usa.
Ao navegar na net encalhei com um conjunto de nacos que este homem produz regularmente para o Jornal de Negócios. Um oásis, - os seus textos - nesta propositada desertificação jornalística actual. Espero que saboreiem como eu o estou a fazer.

Etiquetas:

2 Comentários:

Anonymous IC disse...

Obrigada pelos links, neste e no post anterior. Ainda não tive tempo de ir aos artigos do BB, mas vi um bocadinho do vídeo do Rebelion. O site do Rebelion tenho há bastante tempo guardado, embora tenha falta de tempo para andar nas "leituras do mundo" (como se vê pelas horas a que comento). Uma pessoa não quer ignorar o que é publicado ou dito na comunicação social oficial e vai lendo só um pouquinho (por falta de tempo) da comunicação "alternativa". Pessoalmente, não sinto isso grave porque me sinto consciente e com a informação minimamente necessária. Mas o que acho preocupante é que a mensagem da irreversibilidade ou da não alternativa ao rumo da mundialização em curso (ou da impotência face a ela)vai enchendo as cabeças do público em geral. No entanto, os movimentos "alternativos" existem, movem-se de verdade, só que deles não é dada informação e assim, no isolamento uns dos outros a nível internacional, as pessoas vão perdendo esperanças e vão-se conformando. É incrível como neste tempo da facilidade de informação/comunicação isso é usado tão poderosamente para controlar e mostrar só o "conveniente".

3:27 da manhã  
Blogger Prof24 disse...

Deixei de apreciar BB. É uk apreciador de touradas, e isso basta-me.

12:00 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial