terça-feira, dezembro 12, 2006

Isto anda tudo ligado

No livro que mencionei há dias, em português, "Formação da mentalidade submissa", dizia a páginas tantas que uma das formas de submeter a mentalidade (e os actos) de muitos cidadãos, é, por exemplo, a forma como eles são "obrigados" a endividar-se por uma vida inteira na compra de uma casa própria. Todas as consequências que daqui se retiram são, efectivamente, fácilmente imagináveis.
Hoje ao ler duas notícias relacionadas, que constam no site do "sapo", um sobre os "empréstimos a baixos juros da banca" aos estudantes para pagarem propinas e mais umas coisitas, e outro em que o ministro Mariano Gago do ensino superior diz que os estudantes do ensino superior "deviam trabalhar", fez-me continuar a reflexão de relacionamento de dados.
Há dias uma colega professora em início de carreira dizia-me que ela e outros colegas não podiam fazer greve por falta de dinheiro para pagar os compromissos mensais. O mesmo me tinha dito uma colega do 10.º escalão. E continuo a reflectir.
Há duas semanas e dentro de uma série tipo telenovela sobre médicos jovens norte-americanos que dá aos domingos à tarde, várias vezes foi dito que eles fazem uma dívida de 200 ou 300 mil dólares a tirar o curso que depois será pago posteriormente. Endividam-se por muito tempo para tirar um curso e depois trabalham imenso, sem protestar e sem greves, para pagar a dívida sem serem despedidos, mesmo que bem explorados.
Nós estamos a caminho desse excelente futuro. Que bom para os bancos e empregadores. Que bom para os poderes que não querem ser confrontados com reivindicações.
Como esta teia neoliberal é bem urdida e como os melhores aranhiços são aqueles que ostentam nomes interessantes, simpáticos e com passado como o de "socialistas".

2 Comentários:

Blogger Miguel Sousa disse...

incomoda-me que Portugal, um país de tesos, continue a seguir os (maus) exemplos americanos. É que eles podem deixar ao livre arbitrio o problema (por exemplo) do fast food, porque depois têm dinheiro para gastar na saúde. Enquanto que, em Portugal, depois do fast food fazer das suas,. os nossos políticos que gerem um país em tanga, só pode fazer uma coisa, acabar com SNS e dá-lo ao privado, porque em vez de se intestir na prevenção gasta-se no tratamento, ou seja quando o caldo já entornou...enfim, mais um belo post

10:10 da manhã  
Blogger Abaixo a Sinistra disse...

Excelente livro, especialmente (pessoalmente)as páginas introdutórias. Pode ser que ajude a acordar mais gente, será?
Neste blog, está tudo desperto e em boa forma :)
Abraço

7:54 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial