domingo, novembro 19, 2006

O neoliberalismo está de luto.

Milton Friedman, o grande teorizador/divulgador do neoliberalismo morreu. Leia aqui um interessante artigo sobre este movimento agora hegemónico no nosso mundo.

3 Comentários:

Blogger Prof24 disse...

É ainda cedo para se fazer o luto também pelo neoliberalismo, infelizmente. Pelo contrário, as ideias neoliberais propagam-se à velocidade da globalização (hegemonização?) económica, acentuando diferenças entre ricos e pobres e conduzindo a destruição ambiental do planeta, por força da imediatez do lucro em detrimento da sustentabilidade ecológica. O próprio conceito de liberdade está em causa - basta atentar naquilo que se passa na América Latina, agora a braços com um claro movimento social de revolta. Pudera!

Não lamento a queda da URSS; mas também a esquerda tem um luto por fazer e uma nova forma de ser por reinventar. A continuar assim, o séc. xxi não será o século das liberdades.

8:03 da manhã  
Blogger Miguel Sousa disse...

o que é engraçado é que são quem mais combatem a ditadura em prol de uma liberdade de circulação, mas enredaram-nos numa teia ditatorial, onde quem não vivce sob as regras deles é asfixiado.

12:31 da tarde  
Blogger Prof24 disse...

Sugiro a leitura de http://www.rebelion.org/noticia.php?id=41808

7:10 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial