sexta-feira, junho 23, 2006

Assim se vendem revistas

Ontem comprei a revista Visão. O tema era a avaliação dos professores.
Pensava eu que o tema seria tratado de uma forma pluralista com várias formas de ver a dita.
Qual quê? Pobre e condicionada foi a forma do seu tratamento. Notória a forma elogiosa como foram apresentadas as "soluções" das escolas privadas.
E, qual não foi o meu espanto, deparei, não sei a que propósito, com uma peça central, - uma entrevista à Ministra - em que ela, mais uma vez, não perdeu a oportunidade de insultar os professores como malandros resistentes às suas boas mudanças.
Houve contudo nessa entrevista, novos motivos de interesse e preocupação. Um deles foi a forma como zurziu no actual modelo de professores. Depois de o ter elogiado como o concurso da estabilidade, agora vem apontar-lhe defeitos. As soluções que aponta, no sentido do recrutamento por parte das escolas dos seus professores, não auguram nada de bom para os professores que não possuam boas cunhas.

6 Comentários:

Blogger Amélia disse...

Por mim, que fui longos anos assinante da revista, deixei de o ser justamente porque denasiado colado ao poder do momento.Qya falkta fez e faz o Cáceres Monteiro...Não compro a Visão -leio a newsletter on line - e fiquei igualmente indignada com este número que li, motivada pela capa.Viu também o que lá se diz também sobre a situação dos professores que agora se encontram no 9º e 10ªescalões ?- muitos que deveriam estar no 9ºainda não estão, dado o congelamento de carreiras que tem havido- ver em canseiras - entrada Titulares-http://canseiras.blogspot.com/

9:40 da manhã  
Blogger JP disse...

Pois,
mas eu, jovem previdente, fui tirar fotocópias do artigo... Depois ainda consegui usar as costas para rascunho.

E a entrevista no canal 1? Mais uma boa peça de markting politico... mas será que os nossos coelgas ainda não perceberam?

4:57 da tarde  
Blogger SaltaPocinhas disse...

também comprei a revista e também me desiludi (mas eu estava à espera de quê??)
Esta ministra não conhece o país onde vive... Isso nem seria grave se não fosse ministra!
Só teve razão numa frase: haver "professores" no 10.º escalão (onde eu jamais chegarei!) que NUNCA deram aulas!!
E também estou "congelada" :-(

11:37 da tarde  
Blogger zoltrix disse...

Desculpem qualquer coisinha, mas nem "Visão" nem outra qualquer.
Jornais são para esquecer! O poder económico já estrangulou há muito qualquer laivo de informação livre e independente.
Ler então o quê? Pela net os pasquins ,fotocópias e pouco mais. Claro que compro o "Le Monde Diplomatique", ainda vale a pena!
Na net o ReseauVoltaire é obrigatório! Televisão não conheço!
O Mezzo é um bom canal, contudo, e ainda a TV5, às vezes.
Pior que a Censura é a Manipulação!
Já me esquecia: o "Público" é claramente o porta-voz deste governo; o DN a sua "oposição" de treta...O "Correio da manha..." vê-se qd se vai à bica, apenas para saber o que "pensa" o povo e quais as suas preocupações.
Há ainda um jornal sério e honesto mas é partidário, o que interessa pouco aos que não são desse Partido, ( vá lá saber-se porquê...? :-)) )
E assim andamos, com uma VMini*** a dar a conhecer os desvarios através de entrevistas...
A "rapariga" começou a tomar o gosto de se ver, não acham....? Tão recatada que ela era.....
Já me esquecia: pois! contratos pessoais;direitos de colocação rasgados; agora só faltam mesmo são os recibos verdes...!

10:38 da manhã  
Blogger henrique santos disse...

Zoltrix
concordo com tudo o que dizes.
Vejo é muitos de nós a cair em cima da classe jornalística. Ora os jornalistas, não descartando as suas responsabilidades individuais e colectivas, estão em grande parte manietados pelas políticas editoriais dos jornais que são propriedade de grandes grupos. E muitas vezes é na componente opinião que assume grande parte de jornais e revistas e que não é claramente separada da informação, que está a manipulação.

3:03 da tarde  
Blogger zoltrix disse...

Sobre os jornalistas, nada há a dizer relativamente a uma grande maioria, se tivermos em atenção que muitos deles são pagos a recibo verde não podendo fugir uma virgula ao que as redações lhes exigem!
Mas, cuidado, pois tb há jornalistas pagos a peso de ouro e que promovem a desinformação!
Permitem que me escuse aqui a fazer~lhes publicidade

5:29 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial