sexta-feira, março 21, 2008

O esgoto moral acentua-se.

Acabei de ver pela primeira vez o video em que uma aluna filmada por um colega e coadjuvada pelos risos dos colegas humilhava uma professora. Senti-me humilhado nas entranhas.A senhora ministra pelo que sei não deu ainda a cara. É normal. É uma falha de carácter estrutural. Falta-lhe o mínimo de decência e sentido de Estado. Demonstra a sua total falta de idoneidade para continuar no posto em que está.

5 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Passe o exagero,( mas creio que tal silêncio é comprometedor...)
quem sabe, depois de tantos maus tratos inflingidos aos "professorzecos", esta minisocretina não despache , ainda, um louvor àquela cambada de cretinos da sala.
Depois do que está feito...

12:40 da manhã  
Blogger IC disse...

Nada sei sobre aquela escola e o seu CE, mas ouvi hoje na SIC que o aluno que filmou foi interrogado como qualquer dos outros da turma no âmbito da averiguação do que se passou, e nada mais sobre esse aluno. A menos que a notícia tenha sido incompleta, é de perguntar: Mas o que é isto?!! Na minha ex-escola havia firmeza e actuação imediata do presidente face a comportamentos que o CP definira como devendo ter actuação imediata, sem esperar pelo decurso do processo disciplinar. Ora, só se falou (que eu ouvisse ou lesse) do comportamento da aluno e pergunto-me se o aluno vai ficar sem punição para estímulo de outros alunos começarem a tentar filmar aulas para publicarem no YouTube. Se assim for, diga-se em abono da verdade que o problema não será da ministra (embora deva intervir)

1:59 da manhã  
Blogger henrique santos disse...

Isabel, de facto há vários níveis de responsabilidade. Referi o nível da ministra pois acho-o "esclarecedor". Uma questão destas tinha de ter imediata resposta da responsável principal da Educação em Portugal. O silêncio dela é ensurdecedor. Nos outros níveis de responsabilidade há que ver o que fizeram ou não fizeram. O que escrevi reflecte apenas a minha primeira reacção à situação.

3:03 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

A minisocretina,afinal, lá enfrentou uma jornalista e botou faladura (?):quase a "passar-se dos carretos" com a jornalista, afirmou que aquela situação passada "com um professor, ou, no caso, uma professora, não é uma questão política nacional"...e acusou o CDS e o PSD de se estarem a aproveitar da coisa para fazerem política...
Disquetes e mais disquetes...
O sr Procurador Geral da República terá de fazer alguma coisa...

8:24 da tarde  
Anonymous Peixoto disse...

E quantos destes casos serão abafados???
Muito há a aprender com este caso. E, claro, impõe-se que sejam tomadas medidas severas e duras para os alunos (e respectivos pais) que tenham este tipo de comportamentos!!!

9:02 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial