sábado, março 31, 2007

Sem governos não haveria défices, só superávites.

Reparem nesta parte de notícia:
"O TC analisou as despesas, as contratações e a gestão de 205 gabinetes (entre Ministérios e Secretarias de Estado), dos Governos de Durão Barroso (2003), Santana Lopes (2004) e José Sócrates (2005).
A despesa global movimentada ascende a 12,8 mil milhões de euros – o equivalente a dois défices públicos ou a quatro aeroportos como a Ota."

Como é que estes sacanórios podem resolver o problema? ELES SÃO O PROBLEMA.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial